As contribuições da sociologia relacional para as análises das organizações sociais do campo da assistência: o caso da rede parceria social/RS

Cláudia Tirelli

Resumo


RESUMO: O artigo resgata as contribuições da abordagem sociológica relacional para a compreensão das ações coletivas e do associativismo no Brasil. Na primeira parte, são retomados os principais conceitos que sustentam esta perspectiva de análise, demonstrando como ela permite analisar as ações dos atores sociais como ações estratégicas e, ao mesmo tempo, condicionadas pela posição que ocupam dentro de um espaço de relações. Na segunda parte, descrevem-se os resultados de um survey realizado com organizações sociais que participaram do Programa Rede Parceria Social no Rio Grande do Sul, entre 2008 e 2010, os quais possibilitam evidenciar a heterogeneidade dessas organizações e suas distintas apropriações das oportunidades políticas abertas no campo da assistência social a partir da conjuntura crítica dos anos de 1990.

Palavras-chave


Sociologia relacional. Associativismo. Assistência Social.

Texto completo:

ARTIGO


DOI: http://dx.doi.org/10.17058/redes.v19i2014.5151

Flag Counter

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


Disponibilidade para depósito: permite o depósito das versões pré-print e pós-print de um artigo