Desenvolvimento e Gestão Pública: das ideias às práticas

Jackeline Amantino de Andrade

Resumo


Este artigo tem como objetivo tratar dos modelos de desenvolvimento no contexto brasileiro e introduzir uma discussão sobre políticas de desenvolvimento e sua gestão. Para tanto, faz-se necessário resgatar a discussão sobre desenvolvimento tanto em suas bases desenvolvimentistas como a atual proposição de desenvolvimento endógeno. Entende-se que o desenvolvimento depende de uma capacidade organizacional na articulação de vários fatores, tangíveis e intangíveis, quantitativos e qualitativos e envolve várias dimensões: econômica, social, cultural, ambiental e físico-territorial, político-institucional e científico-tecnológica e é construído através de estratégias processuais potencializadas por coletivos. A primeira parte apresenta uma discussão conceitual sobre o desenvolvimento e os processos de organizacionais e de gestão neles implicados. A segunda parte apresenta um estudo empírico de caráter exploratório de modo a ampliar a discussão sobre modelos de desenvolvimento a partir da relação entre teoria e prática. Finalmente, são tecidas algumas considerações sobre o por vir, principalmente, quando se considera que nesses tempos de globalização e de acirramento das desigualdades urge encontrar alternativas justas e solidárias para as sociedades.

Palavras-chave


desenvolvimento regional, desenvolvimento endógeno, governança

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17058/redes.v15i3.537

Flag Counter

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


Disponibilidade para depósito: permite o depósito das versões pré-print e pós-print de um artigo