Redes Urbanas Regionais e Desenvolvimento Territorial: uma análise do Território do Noroeste de Minas no período recente.

Clesio Marcelino Jesus, Soraia Aparecida Cardozo

Resumo


O presente artigo tem como objetivo mostrar que a constituição de um território rural como recorte para implementação de políticas públicas voltadas para o desenvolvimento necessita considerar a configuração da rede urbana à qual pertencem os municípios que o compõem, com identificação de quais são as relações hierárquicas entre os municípios que conformam o território e se os centros de maior dinamismo irradiam influência para o seu conjunto. Apresenta-se o estudo do caso do Território Noroeste de Minas, no qual foram identificados diversos limites para a implementação das políticas de desenvolvimento territorial. Neste artigo, mostra-se que tais limites se manifestam, em grande medida, pelo fato do território agrupar municípios que possuem diferentes polarizações e estabelecem relações funcionais diferenciadas dentro da rede urbana regional. Constatou-se que, nesse recorte territorial, articulam-se diferentes sistemas sócio produtivos e que a delimitação do território não coincide nem mesmo com a regionalização de órgãos públicos estaduais e federais.

Palavras-chave


Território. Desenvolvimento. Rede urbana.

Texto completo:

ARTIGO


DOI: http://dx.doi.org/10.17058/redes.v21i2.5657

Flag Counter

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


Disponibilidade para depósito: permite o depósito das versões pré-print e pós-print de um artigo