Sociedade civil, instâncias participativas e desenvolvimento: o caso dos Conselhos Regionais de Desenvolvimento no Estado do Rio Grande do Sul

Cláudia Tirelli, Cíntia Agostini

Resumo


O artigo apresenta uma discussão sobre a literatura produzida no Brasil, a partir da década de 1990, em torno dos conceitos de sociedade civil, capital social, participação e desenvolvimento, problematizando os seus aspectos normativos e as suas limitações para a compreensão dos processos verificados empiricamente na sociedade brasileira contemporânea. A partir de uma pesquisa sobre os Conselhos Regionais de Desenvolvimento-COREDES no RS, baseada em análise documental e entrevistas com os seus integrantes, buscou-se investigar como vem se alterando a atuação desses fóruns nas últimas duas décadas e de que forma tem se dado a participação dos distintos atores sociais regionais nesses espaços. O aporte teórico utilizado neste trabalho baseou-se em abordagens recentes produzidas no campo das Ciências Sociais que visam analisar o caráter contingencial das relações entre sociedade civil e democracia e/ou entre instâncias participativas e os processos de desenvolvimento nos diferentes territórios.

Palavras-chave


Conselhos Regionais. Sociedade civil. Participação. Desenvolvimento.

Texto completo:

ARTIGO


DOI: http://dx.doi.org/10.17058/redes.v20i3.6721

Flag Counter

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


Disponibilidade para depósito: permite o depósito das versões pré-print e pós-print de um artigo