A circulação da experiência da dor em narrativas no Facebook

Marlon Santa Maria Dias, Viviane Borelli

Resumo


Este trabalho reflete alguns aspectos da problemática da circulação na ambiência da midiatização. A partir de material coletado em um grupo de discussão no Facebook sobre a mobilização “Eu não mereço ser estuprada”, analisamos as estratégias discursivas que compõem os processos de enunciação da mobilização dos atores sociais. Apontamos a reconfiguração narrativa na circulação da experiência da dor e a criação de redes interativas de apoio e aconselhamento.

Palavras-chave


midiatização; circulação; narrativa; experiência

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17058/rzm.v5i1.8323