Transmutações da escrita em suporte digital

Autores

  • Maria Lucia Santaella Braga

DOI:

https://doi.org/10.17058/signo.v37i62.2832

Resumo

Este artigo tem por objetivo percorrer a trajetória da escrita desde suas inscrições em suportes mais primitivos, passando pelo papel e o advento do livro impresso, na era gutenberguiana, cuja cultura reinou com soberania durante alguns séculos, até chegar à revolução digital quando a escrita saltou do papel impresso para as telas eletrônicas. Nesse momento a escrita muda de natureza, pois o computador permite a mistura inconsútil das três matrizes da linguagem, o verbal, o visual e o sonoro. Além disso, permite a subdivisão da informação em parcelas que se conectam sob ação do usuário, o que cria uma nova linguagem hipertextual e hipermidiática.

Downloads

Publicado

2012-01-04

Como Citar

Braga, M. L. S. (2012). Transmutações da escrita em suporte digital. Signo, 37(62), 02-15. https://doi.org/10.17058/signo.v37i62.2832