O hipertexto e a não linearidade textual como agente facilitador da aprendizagem

Autores

  • Angélica Ilha Gonçalves
  • Guilherme da Silva dos Santos
  • Maria Tereza Nunes

DOI:

https://doi.org/10.17058/signo.v37i62.2887

Resumo

No cenário moderno, com a incorporação das tecnologias da Internet à educação, o hipertexto apresenta-se como um recurso de significativa importância no desenvolvimento da aprendizagem. Considerando esta perspectiva, o presente trabalho tem por objetivo discorrer sobre o modo como este recurso atua como um agente facilitador da busca pelo saber. Por hipertexto, entende-se uma “forma dinâmica e flexível de linguagem que dialoga com outras interfaces semióticas, adiciona e condiciona à sua superfície formas outras de textualidade” (XAVIER, 2010, p. 208). Sendo assim, um hipertexto é um texto inserido num apoio virtual que possibilita a leitura de outros textos a partir dele. Em outras palavras, é um “texto dentro de outro texto”. Dessa forma, o hipertexto possibilita ao leitor o dinamismo de estar inserido em várias discussões acerca do seu tema de estudo, proporcionando uma interação diferenciada entre aluno e texto, o que pode tornar a aprendizagem mais acessível e fácil. Por outro lado, do leitor que utiliza o hipertexto como fonte de leitura é exigido um esforço no tangente a atos inferenciais, devido a sua não linearidade, sendo necessário que o participante seja mais ativo nesse processo.

Downloads

Publicado

2012-01-04

Edição

Seção

Compreensão leitora