Redes sociais e produção colaborativa (Wiki) de gêneros acadêmicos: um panorama do que a Web oferece

Lucas Pazoline Ferreira

Resumo


Situado na temática dos ambientes virtuais enquanto suporte de gêneros, este trabalho tem por objetivo quantificar e descrever certo número de redes sociais virtuais específicas para produção colaborativa e compartilhamento de gêneros acadêmicos. Será verificado também como tais ambientes utilizam ferramentas da Internet/Web para favorecer tal produção. Para isso, foram catalogadas algumas redes sociais singulares a este estudo, através de pesquisas em diretórios de patentes e no motor de busca Google. Os resultados comprovaram que quanto mais direcionados à divulgação e produção científica menor é a utilização de mídias diversas tanto no ambiente como nos materiais disponibilizados, em grande parte, no formato PDF (Portable Document Format); e que a maioria dos relacionamentos nessas redes está mais direcionada para um “seguir o que outro publica” do que a efetivação de grupos. Como fundamentação teórica, foram utilizadas as teorias sobre gêneros textuais de Bakhtin (1992), Koch e Elias(2010) e Marcuschi (2008; 2010); sobre as tecnologias da Web 2.0 em O’Reilly (2005); Pierre Lévy (1999; 2000) e sua proposta de inteligência coletiva; e Raquel Patrício (2009) em sua perspectiva sobre a evolução da Web. Por fim, as propostas de Don Tapscott (2010) sobre um modo de compreender a Sociedade da Informação e a colaboração na atualidade também fazem parte deste estudo.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17058/signo.v38i64.3401

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


Disponibilidade para depósito: permite o depósito das versões pré-print e pós-print de um artigo