A DICOTOMIA DA GLOBALIZAÇÃO SOB O PRISMA DOS REFUGIADOS: UMA ANÁLISE DA FLEXIBILIZAÇÃO DAS FRONTEIRAS PARA OS BENS E CAPITAL EM CONTRASTE AOS SERES HUMANOS

Julia de David Chelotti, Renata Leite da Silva Cruz

Resumo


O tema do presente trabalho é a análise do panorama de um mundo globalizado e como esse contexto se insere na questão dos fluxos migratórios, especialmente quanto ao refúgio. Assim, objetiva-se investigar como o mundo globalizado – que, com a evolução dos transportes e comunicações, possibilitou maior fluxo de informações e bens, tornando o mercado aberto  para o consumo –  porta-se frente ao acolhimento de seres humanos. Objetiva, ademais, discorrer sobre o direito internacional no cenário do pós-segunda guerra e a consequente criação do direito internacional dos refugiados, eregido a partir da vulnerabilidade de tais seres humanos, para, posteriormente, analisar como o dicotômico processo de globalização é capaz de influenciar no acolhimento destas pessoas, frente ao fechamento das fronteiras para seres humanos, e a sua abertura a bens e capita. Para tanto, vale-se do método dedutivo e abordagem monográfica.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.