As raízes da cidade. Sistemas alimentares criativos nas pequenas cidades europeias

Autores

DOI:

https://doi.org/10.17058/redes.v25i1.13327

Palavras-chave:

Sistemas alimentares. Desenvolvimento territorial. Pequenas cidades rurais.

Resumo

Resumo Esta comunicação apresenta os resultados do projeto AGRI-URBAN financiado pela UE, onde um grupo de onze cidades europeias de pequena e média dimensão, com uma especialização relativa na produção agroalimentar, explorou formas de repensar os seus sistemas alimentares. O projeto teve um liderança politica alicerçada num conjunto de atores locais interessados no sector agroalimentar que participaram nas diferentes fases do projeto, nomeadamente: planeamento e implementação. Os principais objetivos do projeto foi desenvolver um sistema inclusivo, coerente e reflexivo de governança alimentar rural-urbana, através de: planos de ação integrados; criar uma infra-estrutura social e física mais sólida para reduzir a distância entre produtores e consumidores, promovendo assim uma economia circular; criar mercados fiáveis para produtores de alimentos de qualidade, resultando em novas oportunidades para o desenvolvimento das PME; experimentar novas formas de empreendedorismo no sector agrícola e criar novos postos de trabalho e competências ligados ao sistema agroalimentar. Uma das mais valias do projeto foi facilitar a troca de conhecimento e aprendizagem entre cidades através de uma série de visitas "transnacionais" que permitiram aos parceiros do projeto participar em grupos de discussões e desenvolver um entendimento mais aprofundado do tema, bem como experienciar exemplos concretos que estão em pratica nas diferentes cidades e criar oportunidades de networking. A comunicação evidencia as diferentes iniciativas de nível local e de “bottom-up” que as cidades ativaram por meio de processos inovadores, novos modelos e estratégias de negócios, organizados em torno de quatro tópicos transversais: Garantindo curtos-circuitos; Uso inteligente da terra; Desenvolvimento de negócios de PMEs e compras públicas locais, e como estas iniciativas foram articuladas em agendas alimentares urbanas sustentáveis.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Mar Delgado-Serrano, Universidad de Córdoba

Profesora Titular Departamento Economía, Sociología y Política Agrarias Grupo de investigación WEARE

Referências

BLAY-PALMER, A. Sustainable transformation through city-region food systems. 2015.

CARON, P. et al. Food systems for sustainable development: proposals for a profound four-part transformation. Agronomy for Sustainable Development, 38(4), 41. doi:10.1007/s13593-018-0519-1. 2018.

EUROPEAN COMMISSION. Food in cities: study on innovation for a sustainable and healthy production, delivery, and consumption of food in cities. 2017.

GUSSOW, J. D., and CLANCY, K. L. Dietary guidelines for sustainability. Journal of nutrition education, 18, 1-5, 1986. Disponível em: http://www.fondazionecariplo.it/static/upload/bla/blay-palmer.pdf.

MASON, P. and LANG, T. Sustainable Diets. Earthscan. 2017.

UNEP. Food Systems and Natural Resources. Report of the Working Group on Food Systems of the International Resource Panel. Westhoek, H, Ingram J, Van Berkum, Ozay L and Hajer M. 2016.

Downloads

Publicado

2020-01-10

Como Citar

Delgado-Serrano, M. M., Zafra, A., & Sousa, M. (2020). As raízes da cidade. Sistemas alimentares criativos nas pequenas cidades europeias. Redes (St. Cruz Do Sul Online), 25(1), 255-267. https://doi.org/10.17058/redes.v25i1.13327

Edição

Seção

Artigos