A Indicação de Procedência como instrumento de diferenciação: o caso do Doce de Pelotas

Patricia Pereira Peralta, Mônica Christina Rodrigues Morgado, Elizabeth Ferreira da Silva, Dirceu Yoshikazu Teruya

Resumo


As atividades agroindustriais apresentam sua competitividade de produtos baseadas na diminuição de custos e na necessidade de diferenciação. Um dos instrumentos de diferenciação de produtos é a Indicação Geográfica, que possibilita o titular desse registro, a partir de uma designação geográfica, decorrente da reputação e da fama de um determinado produto manufaturado nessa região. Os produtores de doces na Região de Pelotas se organizaram e obtiveram o registro de Indicação de Geográfica no Instituto Nacional da Propriedade Industrial, mas esses produtores estão aperfeiçoando o processo de uso desse instrumento como vantagem competitiva.

Palavras-chave


Indicações Geográficas. Doces de Pelotas. Diferenciação.

Texto completo:

ARTIGO


DOI: http://dx.doi.org/10.17058/redes.v21i3.5107

Flag Counter

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


Disponibilidade para depósito: permite o depósito das versões pré-print e pós-print de um artigo