O DISCURSO DA DIVERSIDADE ETNICORRACIAL E O GOVERNO DAS DIFERENÇAS NA CONSTITUIÇÃO DO SUJEITO NEGRO

Viviane Inês Weschenfelder, Elí Terezinha Henn Fabris

Resumo


O objetivo deste artigo é apresentar como se estrutura o discurso da diversidade etnicorracial no município de Venâncio Aires – RS e de que forma esse discurso contribui para a constituição do sujeito negro venâncio-airense. A análise do jornal Folha do Mate, principal mídia impressa do município em questão, permitiu identificar um deslocamento discursivo ocorrido, sobretudo, a partir do ano de 1988. Característico da Contemporaneidade, o discurso da diversidade procura evidenciar a vivência pacífica das diferentes culturas no mesmo espaço e, ao contornar qualquer sintoma de conflito que possa ocorrer por meio da diferença, ele contribui para a constituição do sujeito negro. A partir das orientações da perspectiva Pós-Estruturalista e das ferramentas analíticas de Michel Foucault, a análise deste discurso pretende possibilitar uma discussão importante no campo da Educação, especialmente com relação às formas de governamento dos indivíduos.

Palavras-chave


Sujeito Negro; Diversidade; Governamentalidade; Diferença

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17058/rea.v0i0.3294

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


Disponibilidade para depósito: permite o depósito das versões pré-print e pós-print de um artigo