Publicidade pós-causa: o poder da linguagem publicitária

Autores

  • Bruno Pompeu Uniso

DOI:

https://doi.org/10.17058/rzm.v10i1.17036

Resumo

Este texto procura atualizar as discussões a respeito do engajamento de marcas em pautas sociais, naquilo que se costuma chamar de publicidade de causa. A partir de contextualização histórico-teórica da relação entre a propaganda e as questões sociais, o trabalho propõe um olhar crítico sobre a publicidade de causa realizada atualmente, apontando limites e responsabilidades. O artigo busca iluminar o potencial transformador da linguagem publicitária, definindo por fim a “publicidade pós-causa”.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Bruno Pompeu, Uniso

Doutor e mestre em Ciências da Comunicação pela Universidade de São Paulo (PPGCOM-USP). Publicitário pela Escola de Comunicações e Artes (ECA-USP). Docente do Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Cultura da Universidade de Sorocaba (PPGCC-Uniso). Professor do curso de Publicidade e Propaganda da ECA-USP. Membro do Grupo de Estudos Semióticos em Comunicação, Cultura e Consumo (GESC3). Representante Sudeste na Associação Brasileira de Pesquisadores em Publicidade (ABP2). Autor dos livros De onde vem, onde está e para onde vai a publicidade? (2021), Semiopublicidade: inovação no ensino (2018) e Dicionário técnico e crítico da comunicação publicitária (2012). Sócio-fundador da Casa Semio.

Downloads

Publicado

2021-07-05

Como Citar

Pompeu, B. (2021). Publicidade pós-causa: o poder da linguagem publicitária. Rizoma, 10(2). https://doi.org/10.17058/rzm.v10i1.17036

Edição

Seção

Artigos