Neurociência: memória e funções executivas na articulação entre ensino de língua portuguesa e consciência política

Aline Lorandi, Flávia Azambuja

Resumo


Este artigo pretende relatar a elaboração e aplicação de um projeto de ensino com o tema “política”, trabalhando com diferentes gêneros textuais, que alie os conhecimentos de Língua Portuguesa e de Neurociência, com ênfase em aspectos ligados à memória e às funções executivas, com o intuito de obter o sucesso do aluno nos processos de ensino e de aprendizagem. Trata-se de uma pesquisa-ação crítica. Os resultados apresentados são: ideias acerca do projeto de ensino, as inferências durante a aplicação do projeto e os testes de consolidação na memória e de verificação da aplicabilidade do trabalho com as funções executivas por meio de uma roda de conversa orientada. Por fim, este trabalho evidencia a importância da Neurociência com uma aliada da Educação. Ciência que nos ajuda a pensar em estratégias que consideram o funcionamento do cérebro e, portanto, visam ao sucesso do aluno nos processos de ensino e de aprendizagem.

Palavras-chave


Neuroeducação. Consciência Política. Ensino de Língua Portuguesa.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17058/signo.v39i67.5027

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


Disponibilidade para depósito: permite o depósito das versões pré-print e pós-print de um artigo