Uma análise de recursos educacionais para ensino de língua portuguesa: ELO e Redigir

Daniervelin Marques Pereira, Danilo Rodrigues César, Ana Cristina Fricke Matte

Resumo


Este texto tem como objetivo a pesquisa de dois recursos educacionais criados nos projetos ELO e Redigir para, por meio de análise discursiva, com base na teoria Semiótica Francesa, chegarmos a um perfil de recursos atualmente disponíveis. Essa proposta se insere no projeto “Recursos Educacionais Abertos para Leitura e Produção de Textos nas Licenciaturas” (REALPTL), financiado pelo CNPq, que propõe pesquisa e criação de Recursos Educacionais Abertos (REA) voltados ao letramento de licenciandos. Nessa primeira etapa, da pesquisa, a análise dos recursos ELO e Redigir permitirá criar uma proposta teórica e prática de um ambiente online de compartilhamento de REA fundamentado em aspectos positivos e negativos encontrados nessa pesquisa. Na análise feita, a partir das categorias: temática, articulação interna, interatividade, interface gráfica, criatividade, concepção linguística e concepção pedagógica, alguns dos resultados encontrados apontam para a necessidade de articulação interna com a interface gráfica e a insuficiência dos recursos tecnológicos em si para garantir a interatividade.

Palavras-chave


Recursos Educacionais; Ensino de Português; Discurso; Linguagem e Tecnologia.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17058/signo.v41i71.7357

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


Disponibilidade para depósito: permite o depósito das versões pré-print e pós-print de um artigo