Redes

A REDES - Revista do Desenvolvimento Regional é uma publicação quadrimestral do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional da Universidade de Santa Cruz do Sul – RS/Brasil. Organizada e editada pelo Centro de Pesquisas em Desenvolvimento Regional – CEPEDER, sua linha editorial tem como objetivo a difusão do conhecimento sobre os processos de desenvolvimento social, econômico, cultural, político-institucional e tecnológico que configuram o espaço regional.

Imagem para capa da revista

A primeira edição da Revista REDES ocorreu em julho de 1996. A partir de 2007 ela passou a ser editorada em formato eletrônico, hospedada no Portal de Periódicos Online da Universidade de Santa Cruz do Sul, https://online.unisc.br/seer/index.php/redes/index, e vinculada ao SEER Sistema de Editoração Eletrônica de Revistas do IBICT, http://www.ibict.br/pesquisa-desenvolvimento-tecnologico-e-inovacao/sistema-eletronico-de-editoracao-de-revistas-seer. Seguindo a política oficial de editoração de revistas acadêmicas no país, filiadas à estratégia internacional de fomento do acesso livre ao conhecimento, disponibiliza seus resumos e textos de forma integral aos leitores.

A Redes recebe artigos de caráter teórico e empírico que abordem os processos de desenvolvimento regional através de reflexões e análises sobre seus diferentes aspectos e dimensões, como a compreensão da dinâmica territorial, considerando as diferentes escalas de ação e de análise dos processos socioespaciais, a diversidade histórico-cultural do território, as estratégias e os instrumentos de gestão e de planejamento territorial, nas distintas dimensões de sustentabilidade envolvidas; o estudo das capacidades institucionais em seus vários níveis, de tomar iniciativa, mediar e regular processos de gestão do território; a análise dos conflitos, tensões e produção de consensos entre poder público e agentes sociais; e análise da atividade produtiva regional com destaque para agentes e organizações sociais e econômicas, formas de cooperação e conflitos, configurados em distintos modos de organização da produção e do mercado, entre outros.

Os manuscritos devem ser inéditos e sobre temas relativos ao campo dos estudos sobre desenvolvimento regional, oriundos das ciências sociais e humanas, notadamente do planejamento urbano e regional, geografia, economia, sociologia, ciência política, comunicação social, direito, história, serviço social e turismo, entre outras áreas disciplinares, desde que abordem de modo central a temática do desenvolvimento regional.

Notícias

 

Chamada de Artigos

 
Dossiê Políticas públicas e território: atores, redes e arranjos institucionais  
Publicado: 2017-05-01 Mais...
 
Outras notícias...

v. 22, n. 2 (2017): Maio/Ago. 2017 - Agroecologia


Capa da revista